Lembranças que eu não controlo


Lembranças que eu não controlo, é tudo que tenho agora,

Lembranças que me controlam, é tudo que há em mim,

O ar que você respira pode está aqui, tenho apenas que viver,

E para isto preciso de você, desta vez perto de mim,

Sinto sua falta, isso dói mais que minhas próprias lágrimas,

Recebi um aviso do meu coração ontem à noite, assim que você partiu,

Ele me disse que o sol não terá o mesmo brilho sem você para iluminar,

Disse-me que não há vida após sua partida,

Que a falta que ficará, será enorme,

Mais não será maior que vazio que ficará aqui dentro,

De todas as palavras do mundo que conheço,

Apenas o “eu te amo” pode descrever o que sinto por você,

A vida poderá me presentear, mas eu não poderei receber nada,

Porque não há nada após sua partida,

Esse amor não faz parte de nós, nos fazemos parte do amor,

Parte deste amor que me faz renascer todas as vezes que te toco,

Olha saiba que existem apenas lágrimas onde não existe amor,

E onde existe amor, é onde mora a felicidade,

E minha felicidade mora ao lado do seu sorriso,

Não viverei mais nenhum segundo longe de você,

Mostrarei-te um novo mundo, cheio de sonhos e felicidade,

Um mundo onde existirá somente você, eu e o nosso amor,

Preciso de você agora, preciso dizer que estou do seu lado,

E este é o lugar mais confortável que possa existir.

Saiba que o amanhã chegará e eu estarei no mesmo lugar,

Chegará à dor, e tudo que irá sentir sua meus braços te confortando,

Chegará à perda, mas irá ganhar apenas mais um beijo meu,

E quando chegar palavras duras será minha voz dizendo eu te amo que ouvirá,

Mas se o amanhã não chegar é porque você partiu,

Pois não existe amanhã após sua partida.

3 comentários:

  1. Pô, bonito.
    Mas muito pra baixa, muito "emo". rs
    Se uma pessoa está triste e entra aqui fica pior ainda.
    Tenta usar mais o romântismo com coisas boas, e não apenas na tristeza, saudade e etc.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Gostei,o amor inspira mesmo e tu sabes trabalhar a textualidade!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom cara, muito bom mesmo. Mia seu acho que deveria escrever sobre outras coisas também e não ficar apenas no amor.

    ResponderExcluir