Pensando em saudades

Um dia estava deitado e me perguntei, por que a saudade dói tanto?
Acabei descobrindo que a saudade, é um sentimento tão forte quanto o amor,
E que o amor e a saudade andam juntos, que são amigos inseparáveis,
Perguntei-me por que ela faz chorar?
E descobri que uma lágrima de saudade é infalsificável,
E sem essa lágrima já mas saberíamos quando o amor estiver presente,
Descobri também que a saudade que te faz chorar,
Também faz feliz, em saber que existe alguém que senti por elas,
Esse sentimento de saudade,
Todo mundo gosta de saber que alguém sentiu saudades,
Porque quando você deixa saudades você fez alguém feliz,
E quando você senti.é porque você foi amado de verdade.
Aprendi que sem saudades não existe amor.
Estava pesando, mas por que todo mundo quer matar a saudade?
Não tenho certeza, mas acho que é porque a saudade,
É aquele sentimento que consegue por de joelhos do mais forte ao mais frágil,
Saudades é o que te faz voltar, e se um dia você mata-la, irá nascer um adeus,
Aquele que nunca sentiu saudades não só nunca amou,
Mas também nunca respirou,
Aprendi que não se mata a saudade, mas sim,
Rendemos-nos a as suas vontades,
Porque ela não quer te derrotar e sim te dar forças,
Para correr atrás do que o seu coração deseja,
Acabei me perguntando, mas se o amanhã não chegar?
Então as duvidas tomaram conta de mim,
Me declarara ria para aquele glande amor ou me calaria?
Gritaria ou sussurraria que te amo?
Ligaria agora para um velho amigo ou faria de todos novos amigos?
De todas as perguntas só encontrei uma resposta.
De que não existir seria a única forma de matar a saudade

Nenhum comentário:

Postar um comentário