Tempo, tempo, tempo















Tempo, o tempo é simplesmente a essência da vida,
Ele f
az da dor de um amor, a felicidade de um novo,
Faz do coração partido, e sem vida, um coração
tão forte quanto à própria vida,
E com ele descobrimos que o sentido que adquirimos ao logo da vida,

Hoje não tem nenhum sentido, até o tempo passar,

Até o tempo passar e olharmos para traz,

E então descobrimos que tudo fez sentido,

Tempo, o tempo é a própria certeza, do que se foi e do que está por vim,

E na dor do presente pela certeza do que se foi,
O tempo transforma a incerteza do que vem, na esperança do que vem,

O tempo transforma, como transforma a lagarta na borboleta,

O tempo traz de volta, como o sol que ilumina seu dia e como a lua que realça o brilho das estrelas,

Traz de volta como o ponteiro do relógio as seis,

Ele pode até não trazer de volta o que te fez sorrir, mas traz seu sorriso em outros motivos,
E ele transforma aquela lágrima em um milhão de sorrisos,
O tempo não pede permissão, ele age,
Então agora é tempo de viver e observar cada minuto de sua vida,

Pois o amanhã o traz a incerteza junto com o tempo, mas com o tempo a certeza,
Que amanhã é uma nova vida, e que agora só nos resta esperar.

Um comentário: